Herreira Semi Joias

Confira as encantadoras coleções de Alianças, Brincos, Colares e muito mais!

 

Produtos em Destaque

Anéis em Destaque

Brincos em Destaque

 

 

Semijoias

Os acessórios são itens muito importantes para a composição de um bom look. Um belo par de brincos, um colar sofisticado e um anel marcante fazem toda a diferença e te deixam pronta para qualquer ocasião. Para mulheres que desejam peças luxuosas e com um acabamento impecável, as semi joias são uma excelente opção, pois possuem designs exclusivos e são produzidas com técnicas de joalheria.

Com grande valor agregado, as semi joias oferecem excelente custo/benefício, permitindo que você acompanhe todas as tendências e monte sua coleção com todos os itens que desejar.

Alguns dos motivos que justificam o investimento em semi joias de luxo são: a variedade de coleções lançadas anualmente, repletas de peças que ditam tendência, o design inovador, o acabamento minucioso, a facilidade de cuidar das peças e a possibilidade de adquirir itens níquel free.

Já para as mulheres que buscam por semi joias para revender, as semi joias atacado da Herreira são uma excelente oportunidade de negócio.

Tem dúvidas sobre as características de uma semi joia? Abaixo, você confere como identificar verdadeiras semi joias, entende as diferenças entre cravação e colagem e mais!

Semijoias x joias: principais diferenças

Em comparação às joias, as semi joias apresentam algumas diferenças que são peça-chave na identificação de cada uma. A principal diferença entre ambas é o material utilizado como base para a produção da peça. Enquanto uma joia é integralmente produzida em metal nobre, a semijoia tem a sua base produzida com um metal menos nobre, o qual deve ser recoberto por uma camada de um metal nobre, como o ouro. Essa camada, no entanto, deve apresentar espessura suficiente para proporcionar uma peça que não seja passível de sofrer oxidação.
Outra diferença fundamental entre uma joia e uma semi joia é a exclusividade da peça. Enquanto uma peça de semi joia tem seu visual reproduzido em outras peças iguais, a joia oferece o benefício de ser uma peça única. Por essa exclusividade, as joias possuem maior valor agregado.

Semi joias: como identificá-las?

Para identificar semi joias, você deve conhecer algumas características primordiais que as diferenciam das demais peças.

O primeiro fator que você deve analisar é se a semi joia tem design e acabamento compatíveis aos utilizados na joalheria. Diferentemente das bijuterias, por exemplo, uma semi joia não pode apresentar rebarbas, acabamentos defeituosos ou manchas, sendo necessário que cada detalhe seja minuciosamente trabalhado na peça.

Além disso, semi joias não apresentam pedras falsas produzidas em plástico: devem apresentar pedras de alta qualidade e que tenham sido bem lapidadas. No caso das zircônias, elas devem ser lapidadas como seriam lapidados os brilhantes naturais.

A camada de metal nobre utilizada na cobertura das semi joias pode ser composta por ouro, prata ou ródio, e deve possuir uma determinada espessura para poder ser caracterizada como semi joia. No caso dos brincos, a camada de metal nobre deve ter, no mínimo, 3 milésimos, a fim de garantir a durabilidade da peça.

(Cada milésimo indica a quantidade de metal nobre utilizado para banhar as semi joias – 1 milésimo equivale a 0,001 g de ouro e, quanto maior a quantidade, maior a durabilidade da peça).

Semi joias: o que é uma semi joia níquel free?

Níquel é um metal branco resistente, com baixo valor de mercado, que por muito tempo foi incluído no processo de produção de bijuterias e algumas semi joias. Entretanto, o material se mostrou altamente alergênico e, por essa razão, seu uso foi proibido em diversos países.
Apesar desse metal ainda ser amplamente utilizado na confecção de bijuterias e algumas semi joias no Brasil, semi joias de qualidade devem ser fabricadas sem ele, a fim de produzir uma peça cujo risco de proporcionar alergias em quem a utilizar será bastante reduzido.
Em função das características negativas que estão atreladas ao uso do níquel, a Herreira optou por não utilizar esse metal na produção de suas semi joias, proporcionando peças de qualidade superior para quem as usa.

Semi joias: diferenças entre cravação e colagem

Quando o design das semi joias envolve pedras, elas podem ser fixadas à peça por meio de dois processos: a cravação e a colagem.

No caso da cravação, há diversas técnicas que podem ser utilizadas para fixar a pedra na joia de forma segura. A técnica escolhida pode variar de acordo com o tipo de lapidação da pedra, e a mais comum é a cravação virola, na qual a pedra é encaixada na virola e fixada na joia por meio de cuidadosas marteladas nos “ganchos” presentes nas extremidades, que se tornarão responsáveis por segurar a pedra utilizada na confecção da semi joia.

Já as pedras coladas normalmente são fixadas com colas à base de epóxi. Esse procedimento, no entanto, não é tão refinado e tão seguro quanto a cravação, por isso, não é uma prática utilizada pela Herreira.

Semi joias: como realizar a limpeza das peças?

Para recuperar o brilho de suas semi joias, esfregá-las cuidadosamente com uma flanela seca pode ser uma boa solução.

Já no caso de peças que apresentam sujeira causada pela poluição, pelo suor ou pelos produtos de beleza que você utiliza no dia a dia, a limpeza deve ser feita com sabão neutro (como sabão de coco) e água. Nesse caso, você deverá deixar a sua semi joia imersa na solução de água e sabão neutro por até 15 minutos. Após isso, deverá esfregar a sua semi joia delicadamente utilizando os dedos ou uma escova macia. Depois de realizar esse processo, enxágue e seque completamente a semi joia.

Lembre-se: a limpeza de uma semijoia, independentemente da técnica escolhida, deve ser executada delicadamente, a fim de proporcionar uma maior duração da peça.

Semi joias: como conservar suas semi joias?

Para conservar uma semi joia, recomenda-se evitar realizar a aplicação de produtos como cremes hidratantes e perfumes na região em que ela está sendo utilizada. Caso deseje aplicar qualquer um desses produtos, retire a semi joia e aguarde o seu corpo absorver os produtos ao máximo, a fim de evitar que a peça seja amplamente exposta a essas substâncias.  

Caso você pretenda realizar a limpeza de algum lugar, não se esqueça de retirar as suas semi joias. Alguns produtos de limpeza podem contribuir amplamente para a danificação da peça, comprometendo a beleza dela. Além disso, durante o processo de limpeza, a semi joia poderá sofrer danos ocasionados por atrito e quedas, tornando seu uso bastante arriscado durante esse momento.

Outro cuidado fundamental que você deve ter com as suas peças é o de guardá-las separadamente, a fim de evitar gerar atrito. Além disso, o local escolhido para o armazenamento delas deve ser protegido da umidade e da luz.

Seguindo essas dicas básicas, suas semi joias durarão muito mais e você poderá aproveitar a beleza refinada delas por muito mais tempo.

Semi joias: confira as coleções Herreira

Na Herreira, você encontra dezenas de belíssimas semi joias para adicionar refinamento e beleza ao seu visual, seja no dia a dia ou em eventos mais formais. Basta escolher a opção que traz as características visuais adequadas para aquilo que você busca e aproveitar as vantagens de optar por uma semi joia em detrimento de uma bijuteria.
Caso você seja uma revendedora de semi joias, também poderá contar com os modelos disponíveis na Herreira para oferecer o que há de melhor para o seus clientes e atrair muito mais vendas. Seja como for, confira as opções e encante-se com as belas oportunidades que a Herreira oferece.

Aguarde...

ou
ou