Anel Solitário

Direção Descendente

5 Produto(s)

Direção Descendente

5 Produto(s)

O anel solitário é um acessório desejado por inúmeras mulheres. Simples, refinado e luxuoso, esse tipo de anel é bem significativo, por isso, costuma ser utilizado para marcar momentos importantes na vida.

Confira mais sobre a história desse acessório clássico e atemporal e descubra como usá-lo corretamente!

Anel solitário: conheça a história do acessório queridinho das mulheres

Tradicionalmente conhecido como um anel de noivado, a ideia do anel solitário, que se caracteriza por apresentar uma única pedra em destaque, tem seu surgimento registrado no ano de 1477, quando o Arquiduque Maximiliano, da Áustria, pediu Maria, condessa de Borgonha, em casamento com o primeiro anel cravejado de diamantes.

Já em 1866, o modelo de anel solitário se consolidou com o lançamento de um design com seis garras que levantavam a pedra, conferindo mais destaque a ela.

Anel solitário: acessório é ideal para marcar ocasiões importantes

Apesar de ser bastante associado a pedidos de casamento, o anel solitário é um acessório adequado para diversos momentos.

  • Anel solitário para debutantes: além da tradicional festa, o anel solitário é um presente que costuma ser dado pelos pais às meninas que completam 15 anos, simbolizando a passagem da infância para a vida adulta.
  • Anel solitário para formatura: com uma pedra que pode ter diferentes cores, de acordo com a profissão escolhida, o anel solitário simboliza o orgulho pela conclusão do curso e o início de uma nova carreira.
  • Anel de noivado solitário: esse é o uso mais comum. Um solitário de diamante e, no caso das semi joias, um solitário de zircônia, é entregue à noiva no momento do pedido de casamento.

Anel solitário: versatilidade e sofisticação em qualquer ocasião

Não é apenas em ocasiões especiais que o anel solitário pode ser utilizado. Esse acessório icônico também costuma ser usado por mulheres no dia a dia sem estar atrelado a um momento marcante.

Para as mais fashionistas, o mix de anéis é uma boa opção. O anel solitário continua sendo o protagonista do look, mas vem acompanhado de outros tipos de anéis que quebram um pouco sua seriedade e permitem que ele seja utilizado em situações mais informais.

Para looks mais glamourosos, no entanto, a dica é usá-lo sozinho, para dar todo o destaque à peça. Existem modelos com pedras de diferentes formatos e com vários acabamentos.

Anel solitário: como usar?

Uma dúvida muito comum sobre o anel solitário é em que mão utilizá-lo. Existem algumas dicas, dependendo da ocasião: no caso do anel solitário de debutante, ele pode ser usado no dedo anelar ou no dedo médio da mão direita. Por outro lado, convencionou-se usar o anel solitário de formatura no dedo anelar da mão esquerda. E, da mesma maneira, o anel de noivado também deve ser usado no dedo anelar da mão esquerda.

Para as mulheres que desejam apostar no acessório para o dia a dia, não há uma regra que defina como usar o anel solitário. Normalmente, ele é utilizado no dedo médio ou anelar em qualquer uma das mãos. A vantagem desse acessório, é que ele combina facilmente com outras semi joias, como brincos de pérola e bracelete feminino.

Anel solitário: confira todos os modelos da Herreira!

Independentemente do motivo, o anel solitário é um símbolo de sofisticação e requinte. Se você gosta do acessório e, assim como nós, acredita que ele é um must have, confira todas as nossas opções e escolha o modelo que mais combina com você!

Atendimento via
WhatsApp